O Tau tem a forma da letra grega (T) que é uma cruz. As duas maiores influências diretas em Francisco, em relação ao Tau, foram os antonianos e o Quarto Concílio Luterano.

Os antonianos eram uma comunidade religiosa masculina, fundada em 1095, cuja única função era cuidar dos leprosos. Em seus hábitos era pintada uma grande cruz. Francisco tinha relações muito familiares com eles, porque trabalhavam no leprosário de Assis, no Hospital de São Brás, em Roma, onde Francisco de Assis esteve hospedado. À imagem do Tau atribui-se a certeza da salvação, sinal de esperança, símbolo do abandono dos bens materiais.

Os historiadores geralmente admitem que Francisco estava presente no Concílio de Latrão, no qual o Papa Inocêncio III fez o discurso de abertura, incorporando em seu discurso a passagem de Ezequiel (9,4) que diz que os escolhidos serão marcados com o sinal do Tau: "Percorre a cidade, o centro de Jerusalém, e marca com uma cruz na fronte os que gemem e suspiram devido a tantas abominações que na cidade se cometem" e acrescenta: "O Tau é a última letra do alfabeto hebraico e a sua forma representa a cruz, exatamente tal e qual foi a cruz antes de ser nela fixada a placa com inscrição de Pilatos. O Tau é o sinal que o homem porta na fronte quando - como diz o apóstolo - crucifica o corpo com os seus pecados quando diz: Não quero gloriar-me a não ser na cruz de nosso Senhor Jesus Cristo, pela qual o mundo foi crucificado para mim, e eu para o mundo (...) Sejam portanto mestres desta cruz! Sejam os campeões do Tau!"

Quando Inocêncio III terminou sua homilia com "Sejam os campeões do Tau!" Francisco tomou estas palavras como dirigidas a ele e fez do Tau seu próprio símbolo, o símbolo de sua Ordem, de sua assinatura; mandou pintá-lo em toda parte e teve grande devoção a ele até o fim de sua vida.

(Informações contidas no livro "Orando com a Bíblia e São Francisco de Assis", a. Jussara Lima Dias, da Comunidade Católica Shalom. Ed. Shalom e no site http://usuarios.lycos.es/markuslima/tau.htm)

Saudação de Francisco à mãe de Deus
Salve, ó Senhora santa, rainha santíssima, Mãe de Deus, ó Maria, que sois Virgem feita igreja, escolhido pelo Santíssimo Pai do céu, o qual vos consagrou com o seu santíssimo e dileto Filho e o Espírito Santo consolador! Em vós residiu e reside toda a plenitude da graça e todo o bem! Salve, ó palácio do Senhor!
Salve, ó Tabernáculo do Senhor!
Salve, ó morada do Senhor!
Salve, ó manto do Senhor!
Salve, ó serva do Senhor!
Salve, ó mãe do Senhor!
Assim como vós, todas as santas virtudes ou pela graça e iluminação do Espírito Santo sois derramadas nos corações do fiéis,convertendo-os de pecadores em santos diante de Deus!

Oração à Santa Clara
Minha querida Santa Clara, que seguistes de perto São Francisco, na vida de pobreza e no amor a Deus e ao próximo, olhai carinhosa para o mundo de hoje, tão necessitado de vossa proteção.

Ouvi meu pedido e concedei-me a graça que vos peço, com confiança.

Como verdadeiro necessitado, rogo-vos que e alcanceis de Cristo a saúde espiritual e corporal, para mim e meus familiares. Sobretudo, peço vossa ajuda para o problema que me aflige...( o seu problema). Atendei-me, Santa Clara, pela força que tendes junto de Deus e pela fé que me faz buscar vossa proteção. Amém.

Benção de São Francisco
O Senhor vos abençoe e vos guarde!
O Senhor vos mostre a Sua Face e compadeça de vós.
O Senhor volva seu Rosto para a glória e vos dê a Paz!
O Senhor vos abençoe!
Amém! Amém! Amém!
Oração pela paz
Cristo, quero ser instrumento,
De tua paz e do teu infinito amor
Onde houver ódio e rancor
Que eu leve a concórdia
Que eu leve o amor!
(Estribilho) Onde a ofensa que dói
Que eu leve o perdão
Onde houver a discórdia
Que eu leve a união e tua paz!
Onde encontrar um irmão
A chorar de tristeza
Sem ter voz e nem vez,
Quero bem no seu coração
Semear alegria, pra florir gratidão!
(Estribilho) Onde a ofensa que dói
Que eu leve o perdão
Onde houver a discórdia
Que eu leve a união e tua paz!
Mestre, que eu saiba amar
Compreender, consolar
E dar sem receber!
Quero sempre mais perdoar,
Trabalhar na conquista
Da vitória e da paz!
(Estribilho) Onde a ofensa que dói
Que eu leve o perdão
Onde houver a discórdia
Que eu leve a união e tua paz!

"Pedimos-te
Grande Artífice da verdade!... Aqui estamos nesta casa do teu coração, como sermos penitentes em busca da perfeição,e queremos encontrar os meios, que nos fogem da razão.
Pedimos-Te a paz, Senhor, mas que ela não nos venha com a feição da preguiça.
Pedimos-Te a luz, mas não permitas, Senhor, que ela nos leve a cruzar os braços nos confortos das claridades.
Pedimo-te, Senhor, a que nos ajude a perdoar, sem nos afastar daqueles que, por vezes, nos ofenderam.
Pedimos-Te, Grande Força do Universo, Amor, mas muito amor, sem que ele exija algo de alguém.
Pedimos-Te, Senhor, que nos dê o pão de cada dia, sem que este pão nos leve ao egoísmo, e que possamos reparti-lo com os que têm fome.
Pedimos-Te, Senhor, consolação, porem, que nos ajudes também a consolar os tristes e os desesperados, todos os dias.
Pedimos-Te, meu Deus, Deus nosso, que a saúde se instale em nós, mas que não nos esqueçamos de ajudar os enfermos.
Pedimos-Te, Senhor, o teto, mas, ajuda nos a abrir as nossas portas aos desabrigados.
Pedimos-Te a Tua companhia permanente, todavia, ajuda nos a acompanhar os deserdados, os órfãos, os atormentados, os viciados, os criminosos, os famintos da Tua Luz, porque sabemos que, sem este convívio, de nada nos valerá pedir-Te o que almejamos. Jesus, abençoa a nossa razão e clareia o nossos sentimentos, no afã de sentirmos a luz da Verdade e multiplicá-la pela presença dos nossos exemplos. Maria Santíssima, seja a nossa luz para que o Amor brilhe dentro de nós como o Sol da vida. Abençoa-nos todos, os nossos familiares, a humanidade inteira, os pássaros, os peixes, os animais e a Terra em que vivemos." (Francisco de Assis)

Carta ao Governante dos Povos
A todos os podestás, cônsules, juizes e regentes no mundo inteiro, e a todos quantos receberem esta carta, Frei Francisco, mísero e pequenino servo no Senhor, deseja saúde e paz.
Considerai e vede que "se aproxima o dia da morte"(Gn 47,29). Peço-vos, pois, com todo o respeito de que sou capaz que, no meio dos cuidados e solicitudes que tendes neste século, não esqueçais o Senhor nem vos afastes dos seus mandamentos. Pois todos aqueles que o deixam cair no esquecimento e "se afastam dos seus mandamentos" são amaldiçoados (Sl 118,21) e serão por Ele "entregues ao esquecimento" (Ez 33,13). E quando chegar o dia da morte, "tudo o que entendiam possuir ser-lhe-á tirado" (Lc 8,18). E quanto mais sábios e poderosos houverem sido neste mundo, tanto maiores "tormentos padecerão no inferno" (Sb 6,7).
Por isso aconselho-vos encarecidamente, meus senhores, que deixeis de lado todos os cuidados e solicitudes e recebais com amor o santíssimo sangue de Nosso Senhor Jesus Cristo, por ocasião de sua santa memória.    Diante do povo que vos foi confiado, prestai ao Senhor este testemunho público de veneração: todas as tardes mandai proclamar por um pregoeiro, ou anunciai por algum sinal, que todo povo deverá render graças e louvores ao Senhor Deus Todo-Poderoso. E se não o fizerdes, sabei que havei de dar conta perante vosso Senhor Jesus Cristo no dia do juízo.
Os que levarem consigo este escrito e o observarem saibam que serão abençoados por Deus nosso Senhor. (Francisco de Assis)

"Glorioso São Francisco, Santo da simplicidade, do amor e da alegria. No céu contemplais as perfeições infinitas de Deus. Lançai sobre nós o vosso olhar cheio de bondade. Socorrei-nos em nossas necessidades espirituais e corporais. Rogai ao nosso Pai e Criador que nos conceda as graças que pedimos por vossa intercessão, vós que sempre fostes tão amigo dele. E inflamai o nosso coração de amor sempre maior a Deus e aos nossos irmãos, principalmente os mais necessitados. São Francisco de Assis, rogai por nós. Amém."

Exortação ao Louvor do Senhor
"Temei a Deus e lhe dai Glória" (Ap 14,7).
"Digno é o Senhor de receber o louvor e a honra" (cf. Ap 4,11).
"Todos os que temei ao Senhor, louvai-o" (cf. Sl 21,24).
"Alegra-te, cheia de graça, o Senhor está contigo" (Lc 1,28).
"Céu e terra, louvai-o" (cf. Sl 68,35).
"Todos os rios, louvai o Senhor" (cf. Dn 3,87).
"Bendizei, filhos de Deus, o Senhor" (Dn 3,82).
"Este é o dia que o Senhor fez, alegre exultemos por ele" (Sl 117,24).
" Aleluia, aleluia, aleluia! Rei de Israel" (Jo 12,13)!
"Tudo que respira louve o Senhor" (Sl 150,6).
"Louvai o Senhor porque é bom" (Sl 146,1).
"Todos os ledes estas palavras: bendizei o Senhor" (Sl 102,21).
"Todas as criaturas, bendizei o Senhor" (Sl 102,22).
"Todas as aves do céu, louvai o Senhor" (cf. Dn 3,80; Sl 148,7-10).
"Todos os servos, louvai o Senhor" (Sl 112,1).
"Jovens e donzelas, louvai o Senhor" (cf. Sl 148,12).
"Digno é o Cordeiro imolado de receber louvor, glória e honra" (Ap 5,12).
"Bendita seja a santa Trindade e a indivisa Unidade" (Missa da Santíssima Trindade).
"São Miguel Arcanjo, defendei-nos no combate" (Missa de São Miguel Arcanjo).